7 bons motivos para investir em imóveis

Fique por dentro de 7 bons motivos para investir em imóveis e garanta a melhor aplicação do seu dinheiro.

Fonte: Property Observer.

Poupança, dólar, ações, tesouro direto, fundos de investimento, commodities e imóveis. O mercado dispõe de uma série de opções para quem deseja aplicar seu dinheiro e garantir um futuro com maior segurança e tranquilidade em termos financeiros.

 

Investir no mercado imobiliário, uma das opções mais comuns de investimento, é prática que atinge investidores pequenos – donos de modestos patrimônios – aos grandes investidores.

 

Segurança é apenas um dos 7 bons motivos para investir em imóveis – e talvez o mais importante!

 

Conheça os outros motivos e sinta-se mais à vontade com este tipo de investimento.

 

  1. Segurança

Investir em um imóvel traz segurança. Você tem em mãos uma opção que pode gerar dinheiro podendo negociar o imóvel a qualquer momento, principalmente em se tratando de imóveis pequenos. Além disso, imóveis não são afetados pela quebra de bancos e muito menos pelo Governo, como no caso das poupanças.

 

A lógica é bem simples: existem mais compradores de apartamentos com dois dormitórios em bairros de classe média do que interessados por imóveis de luxo, com suítes e piscina em regiões nobres da cidade. Em resumo: quanto mais elevado for o preço do imóvel, mais difícil será vendê-lo ou alugá-lo.

 

Dizem os especialistas no assunto que os imóveis são como um porto-seguro para o dinheiro. É um destino acertado para colocar as economias e uma estratégia para driblar períodos de alta inflação e de políticas do governo desfavoráveis aos investimentos em renda fixa.

 

  1. Renda

Um imóvel é uma opção que pode gerar renda. Você pode vendê-lo caso haja necessidade. Pode, também alugá-lo e ter uma renda mensal fixa.

 

O mercado é sempre muito dinâmico e sempre haverá pessoas com interesse em alugar ou, mesmo, comprar.

 

  1. Valor

A probabilidade de um imóvel aumentar de valor é sempre muito grande. Você compra um imóvel e, depois de um período, verifica sua valorização que, em muitos casos, pode até superar as suas expectativas.

 

Vale lembrar que a valorização do imóvel está condicionada a diversos fatores como melhoria da região em que o imóvel está localizado, investimentos feitos pela prefeitura – água, luz, esgoto, ruas, calçamentos, ciclovias –, surgimento de shoppings e diversidade de comércios nas proximidades, entre outros.

 

  1. Diversidade

Quando falamos em investir em um imóvel naturalmente nos lembramos das unidades residenciaiscasas e apartamentos. Mas o mercado imobiliário possui outras opções para quem pretende empregar seu dinheiro em algo rentável. Salas comerciais, terrenos, imóveis para lazer (campo e praia), galpões, loteamentos e propriedades rurais são algumas das alternativas viáveis aos investidores de imóveis.

 

Salas comerciais, por exemplo, possuem uma demanda elevada e, portanto, grandes chances de aluguel ou venda posterior. Muitos profissionais liberais – advogados, médicos, veterinários, cabeleireiros, contadores – precisam alugar salas comerciais para poderem exercer suas profissões.

 

Investir em um terreno, por sua vez, abre duas excelentes possibilidades ao investidor: construção de uma casa ou valorização da propriedade. E o mais importante: uma opção não exclui a outra. Assim, quem constrói em um terreno, naturalmente, está valorizando sua propriedade e aumentando seu patrimônio. Se a ideia não é construir, um terreno pode ser alugado e tornar-se um estacionamento ou um depósito/galpão de uma grande empresa.

 

  1. Aposentadoria

Investir em imóveis é uma opção para a aposentadoria, tendo em vista que você poderá gerar renda com aluguel.

 

Ter uma carteira com alguns imóveis menores do que apenas um único imóvel de alto padrão é a alternativa mais viável e lucrativa para quem está pensando em usá-los como fonte de renda e aposentadoria. Além disso, imóveis menores são sempre mais fáceis de serem transformados em dinheiro vivo caso você precise.

 

  1. Taxas de Financiamento

A perspectiva para os próximos meses é de queda de juros e a tendência de que a economia volte a crescer e as pessoas retornem com seu poder de compra, inclusive da casa própria.

 

Com a redução dos juros é possível negociar taxas menores de financiamentos imobiliários, o que ajuda a aumentar o crédito concedido pelos bancos aos investidores. Mais pessoas comprando, por sua vez, gera o aumento dos preços e a valorização dos imóveis.

 

  1. Cenário Econômico

Empresários de todos os setores da economia e consumidores, bem como indicadores da FGV, CNI, Fecomércio, entre outros, têm demonstrado sensível confiança na queda da inflação e nas taxas de juros para 2017.

 

As perspectivas são favoráveis e apontam para a redução da SELIC estimulando, desta forma, as instituições financeiras a oferecerem maior volume e condições mais atraentes para o crédito imobiliário, o que expandirá a procura por imóveis.

 

É fato: se o cenário de recuperação econômica, queda de juros e expansão de crédito se concretizar, a demanda por imóveis deve crescer em 2017.

 

 

Fonte:

Investimento em Imóvel – Por que investir em imóveis?

Infomoney – Investir em imóveis vale a pena? Veja o que avaliar

URBE.ME – Por que é uma boa opção investir em imóveis

Ricam Consultoria – Hora de investir em imóveis

 

Fonte Imagem:

Property Observer – How much can I borrow against my home to by an investment property?

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer