7 dicas essenciais para visitar um imóvel

Confira as 7 dicas essenciais para visitar um imóvel e aumente as suas chances de fazer um bom investimento.

Fonte: Freepik – Katemangostar.

 

Você está pensando em investir em um imóvel e pretende fazer algumas visitas para verificar quais as opções mais viáveis que atendem as suas necessidades?

 

Pois bem! Fique por dentro das 7 dicas essenciais para visitar um imóvel e, com base nas informações registradas em suas anotações, tome a decisão mais acertada em torno deste investimento!

 

  1. Anotações

É natural que, depois de algumas visitas aos imóveis, você se perca em meio ao volume de informações e detalhes vistos e verificados em cada um deles. Sendo assim, as anotações em cada visita irão ajudá-lo a melhor observar – e comprar! – um imóvel.

 

Tenha sempre em mãos uma agenda – ou o seu tablet – para anotar os pontos que você destacou como positivos e negativos em cada imóvel. Registre também suas observações pessoais ou aspectos que possam influenciar na sua decisão de compra. Tenha certeza que, através das suas anotações, ficará mais fácil decidir pelo imóvel que atende as suas reais expectativas.

 

  1. Acabamento

O acabamento pode valorizar um imóvel e, também, depreciá-lo. Não à toa, muitos investidores ao decidirem comprar um imóvel, dedicam boa parte de seu tempo analisando e verificando a colocação de pisos e azulejos, pintura, gesso, assentamento de vasos sanitários, box de banheiro, entre outros.

 

De fato, o acabamento é repleto de detalhes que fazem toda a diferença no valor do imóvel. Fique de olho na qualidade dos materiais e, também, na maneira como o acabamento foi executado. Com certeza, você irá notar se os itens são de boa qualidade e se o profissional executou o seu trabalho com perfeição.

 

  1. Iluminação

Um dos fatores mais importantes em um imóvel é a iluminação. Este, portanto, é um dos grandes motivos para que você visite o imóvel em diferentes horários. É importante saber quais cômodos recebem sol de manhã e quais pegam o sol da tarde.

 

Fique atento para a iluminação natural dos ambientes e quais são as aberturas disponíveis – janelas, portas, janelões, telhas transparentes, entre outras. Ao visitar o imóvel de dia, repare se há muitas luzes acesas no imóvel.

 

  1. Umidade

Para descobrir se o imóvel é úmido ou não, basta aguçar o olfato e sentir o cheiro do ambiente. É natural que cada casa, apartamento e até mesmo imóvel comercial tenha seu “cheiro característico”, mas o cheiro de umidade é facilmente percebido quando se entra no imóvel ou em um cômodo específico.

 

Atente principalmente para os locais em que a umidade, simplesmente, não pode entrar, como o closet do quarto do casal. Afinal, você não vai querer que suas roupas limpinhas – recém lavadas e passadas – tenham cheiro de mofo, não é mesmo?

 

  1. Som

Visitar o imóvel em diferentes horários é essencial para garantir que seu investimento seja assertivo e, portanto, sem arrependimentos futuros. Sendo assim, fique de “ouvidos ligados”!

 

Ouça os sons que entram pelas aberturas do imóvel – principalmente pelas janelas. Verifique quais são estes sons, como eles se propagam e se o barulho influencia na tranquilidade do imóvel. Se o imóvel estiver mobiliado e há uma TV disponível, peça para ligá-la. Veja se é possível assisti-la em um volume “normal”. Outra dica: abra e feche as janelas, perceba a diferença de sons e verifique se há um bom isolamento acústico do imóvel.

 

  1. Fluxo

Analise como é o fluxo de circulação do imóvel como um todo. Imagine-se morando no imóvel e visualize indo do quarto ao banheiro. Pense quantas vezes você, provavelmente, irá até a cozinha ou, ainda, à área de serviços. Os cômodos parecem estar bem conectados entre si? É preciso passar pela sala para chegar até o quarto? Você tem a sensação de que alguns espaços poderiam ser melhor divididos?

 

Fique atento também às escadas. Se você não gosta muito de escadas, lembre-se que terá que usá-las todos os dias. Novamente, visualize o fluxo de quantas vezes as escadas serão usadas. Lembre-se que, dependendo da idade das crianças, é preciso manter as escadas protegidas com grades que restringem seu acesso.

 

  1. Vizinhança

Quem visita um imóvel deve, também, observar a vizinhança. As casas ao redor do imóvel são novas? Há empreendimentos sendo construídos? As ruas de acesso ao imóvel são asfaltadas ou, pelo menos, pavimentadas? Como é a iluminação pública? Há pontos de ônibus, ciclovias e mercados próximos?

 

Preste atenção nos vizinhos e no barulho. Você não vai querer morar próximo de uma mecânica de automóveis, por exemplo. Também não vai querer abrir mão da sua tranquilidade morando em uma rua com intensa movimentação de carros.

 

 

Achou o conteúdo do artigo “7 dicas essenciais para visitar um imóvel” interessante?

 

Que tal agora dar uma olhada nas opções de coberturas, apartamentos, casas, comerciais, terrenos que a Maisonave tem para você?

 

 

Fonte:

Meu Metro2 – 5 dicas para observar ao visitar um imóvel

Casa Dicas – Construção civil: o que é alvenaria e acabamento?

Benvenuto – 6 dicas para você visitar e comprar um imóvel

Publicidade Imobiliária – Visitar um imóvel – 4 dicas infalíveis

 

Fonte Imagem:

Freepik – Katemangostar

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer