Como usufruir o verão em Floripa

Conheça aqui dicas para turistas e mesmo nativos que querem aproveitar o melhor do verão na ilha.

verão em floripa
Foto: Rayanne Pinheiro

Não é segredo que uma ilha no verão pode não ser a melhor opção para se passar as férias. Afinal, quem não gostaria de passar o verão em uma cidade com belas 42 praias? O fato de a população na capital quase dobrar durante esse período pode mudar a ideia de planos de muita gente. No entanto, Floripa ainda é, sim, uma excelente opção e com muito a ser aproveitado.

O segredo é saber o que usufruir e como. Há pontos turísticos icônicos e bem frequentados há anos. Apesar de alguns deles serem indispensáveis no roteiro, não devem ser tomados como base do passeio. Além disso, é legal conhecer as opções de hospedagem disponíveis antes de reservar: da localização ao tipo (hotel, Airbnb e etc.), afinal, essa escolha influencia bastante no estilo de férias que se procura.

Hospedagem

Fonte: Aibnb

Não é apenas o custo que deve ser avaliado, mas como o lugar será aproveitado. Para quem quer o conforto de quarto arrumado e café da manhã todos os dias, nada como um hotel. No entanto, essa opção geralmente não proporciona opções de lazer para dias nublados ou chuvosos que não a cama com tv. Para uma amostra compilada das opções na cidade, o site do Booking é de grande ajuda.

Já quem gosta de ter a sensação de estar em casa mesmo durante as férias, a proposta é alugar uma para temporada. Com diversas opções perto do mar e em bairros tranquilos e cheios de natureza, com certeza não será difícil encontrar o espaço certo. Geralmente mais em conta que hotéis, o Airbnb oferece diferentes padrões de estadia em localizações ao redor de toda a ilha.

Clique aqui para ver esse anúncio ou outros no Airbnb!

Praias

Grande mar com faixa de areia ao fundo e pessoas.
Fonte: Amigo de Viagem

Falamos de uma ilha com 42 praias, opções de mar, faixa de areia e mesmo tipo de público não faltam. Jurerê, a queridinha badalada, Daniela, o mar tranquilo e ideal para crianças, são as preferidas do norte. No leste temos o agito alternativo da Praia Mole, o pessoal do sandboard na Joaquina e as ondas altas e adoradas pelos surfistas no Moçambique. No sul, o Campeche também não fica pra trás com as ondas, já a Lagoinha do Leste é a recompensa valiosa depois de uma trilha de quase uma hora para chegar até ela.

Claro, as mais populares ficam tomadas nos dias de sol de verão. Felizmente, não são as únicas opções. Optar por praias mais reservadas e não tão procuradas pode ser vantajoso para quem quer um pouco de espaço e sossego. O ideal é experimentar um pouquinho de cada. Descubra o que vai fazer parte do roteiro e não hesite em mudá-lo no meio do passeio.

E depois?

Floripa não é feita apenas de praias e shoppings. Aliás, evitá-los em dias de chuva é uma boa ideia. Mas o que se faz na ilha além disso? Caminhadas na beira mar e passeios pelo centro da cidade são opções ótimas – e constantemente praticadas por locais. Aliás, este post aqui conta com várias dicas legais para curtir o centro da cidade.

Além disso, opções para os adeptos a uma vida natural e vegetariana/vegana não faltam, especialmente no sul e leste da ilha. Feirinhas veganas e mercados para a compra de produtos e com excelentes opções de almoço estão sempre disponíveis. Para os eventos, durante o verão, a própria prefeitura proporciona um calendário de atrações culturais abertas ao público. O sucesso é garantido e ele pode ser conferido aqui.

Floripa é cheia de opções e oportunidades, basta estar aberto para conhecê-las. Vamos lá?


Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer